PageRank, palavra-chave e paciência

Dia desses me perguntaram, quais são as variáveis que o Google reúne para fazer um site subir na busca orgânica, a busca gratuita, e chegar à primeira página de resultados. Obviamente isto é um segredo de estado bem mais guardado do que a Área 51, mas alguns itens são conhecidos.

Antes de tudo, vamos dividir este “rankeamento” em três partes:

A primeira, refere-se ao resultado da busca. Se a palavra-buscada bate com a palavra otimizada em seu site, as chances de aparecer na frente são grandes. É preciso levar em conta o tipo de negócio e a complexidade da busca. Exemplo: se seu site vende cosméticos, é mais fácil aparecer no topo trabalhando keywords como “Creme anti rugas Retinol” do que “creme para rugas”, uma busca mais abrangente.

O resultado de busca pela palavra-chave trabalha praticamente na otimização on-site, ou seja, aquela que pode ser feita dentro do seu próprio site. Ela trabalha itens como a Tag Title, metatags, description, o aparecimento das palavras em tags H1, H2, H3, em bold, em links e anchor texts, na URL e até nas referências cruzadas de links dentro do próprio site, além dos links de saída, ou seja, para a relevância dos sites externos que seu site aponta que contêm a palavra buscada. Resumindo, a primeira parte trabalha a relevância do conteúdo.

A segunda é o chamado Google PageRank. Na questão on-site, o ponto primordial do PageRank é a rapidez de atualização do site. Mas a questão mesmo está no off-site, ou seja, onde seu site é listado ou de onde vêm os links para seu site. E o Google ainda atribui pesos a estes links de entrada, dividindo-os em escores high, medium e low. Links com high score são aqueles provenientes de sites tops, geralmente com notas máximas no PageRank dentro de seus segmentos e relevância de conteúdo. Como envolve sites de terceiros, os links de entrada exigem maiores esforços na questão do SEO.

A terceira e última parte é O tempo. Se alguém te prometer colocar seu site em primeiro lugar na busca em menos de um ano, desconfie. Um plano típico de SEO tem a duração mínima de 15 meses, com chegada à primeira página por volta do nono ou décimo mês e a escalada rumo ao topo do décimo ao décimo quinto mês. Isto é uma informação com base em históricos, mas pode variar de acordo com a palavra-chave e, principalmente, com o segmento de mercado onde sua empresa atua.