Números da Internet no Brasil – Um post em movimento

Até o final deste ano (2015), serão 107,7 milhões de internautas no país, contra 99,2 milhões no ano passado, segundo o e-Marketer. Segundo o Ibope Media, somos 105 milhões de internautas.

57,2 milhões de usuários acessam regularmente a Internet. 38% das pessoas acessam à web diariamente. 10% de quatro a seis vezes por semana; 21% de duas a três vezes por semana. 18% uma vez por semana. Assim, 87% dos internautas brasileiros entram na internet pelo menos uma vez por semana.

73% dos internautas têm menos de 35 anos, segundo a F/Nazca em seu último relatório Radar, de 2014. 7 em cada 10 acessam a rede através de celulares e tablets, que já é a principal forma de acesso à Internet em casa no Brasil.

Até março de 2015, 66%, ou dois em cada três lares com internet no país, dispunha de redes WiFi. Foi quase o mesmo percentual dos lares que contavam com banda larga fixa (67%) para acesso à rede, acima dos 25% que indicaram se conectar por meio da rede móvel 3G.

94% dos usuários estão em alguma rede social e o Brasil é o 2º país do mundo com mais acesso às redes sociais.

No Brasil, o Facebook já possui 70 milhões de usuários ativos por mês. O segundo colocado é o Linkedin com 20 milhões de usuários. Somos o 5º país do mundo em usuários do Twitter.

O comércio eletrônico na América Latina vai movimentar US$ 100 bilhões em 2018, o que representará um aumento de 177% sobre 2014. O Brasil concentra metade do mercado de comércio eletrônico na região (IDC / Paypal).

A internet é o terceiro veículo de maior alcance no Brasil, atrás apenas de rádio e TV.

Os usuários de Internet ficam conectados, em média, 4h59 por dia durante a semana e 4h24 nos finais de semana, superior ao tempo médio que brasileiros ficam expostos ao televisor, respectivamente 4h31 e 4h14. O tempo médio conectado era 3h39 por dia durante a semana e 3h43 nos finais de semana.

97% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços. 27% dos internautas fzeram compras pela Internet nos últimos 12 meses; celular já é mais relevante como ferramenta de compra quanto o computador de mesa e o laptop.

Antes de comprar, 90% dos consumidores ouvem sugestões de pessoas conhecidas, enquanto 70% confiam em opiniões expressas online.

O Brasil possui uma média de 75% de telefones e computadores por habitante, uma taxa acima da média mundial que é de 56%. Há uma estimativa que essa média chegue a 100% essa média no ano de 2017, se aproximando da média norte-americana que é de 134%. (FGV)

88% dos 5.564 municípios brasileiros têm acesso banda larga. Em 2012 eram 36,6%.

O custo médio do Megabyte na navegação móvel no Brasil caiu 79% desde 2010, baixando de R$ 0,14 para R$ 0,03 em 2014. E deve chegar a R$ 0,02 este ano.

O Brasil atingiu a marca de 3,6 milhões de domínios .br (CGI – Jul/2015)

Já somos 51,5 milhões de consumidores online. O comércio eletrônico brasileiro faturou 35,8 bilhões de reais em 2014, um crescimento de 24% em relação ao resultado de 2013. Foram realizados 103,4 milhões de pedidos, número 17% maior que em 2013. (WebShoppers)

O ticket médio foi de 347 reais, número 6% superior ao registro anterior de 327 reais. (WebShoppers)

Produtos Mais Vendidos:

Moda & Acessórios (17%) 2014 (19%) 2013 (7%) 2012
Saúde, Beleza e Medicamentos (15%) 2014 (18%) 2013 (8%) 2012
Eletrodomésticos (12%) 2014 (10%) 2013
Telefonia e Celular (8%)
Livros, Assinaturas e Revistas (8%) 2014  (9%) 2013

Em 2008, os Produtos mais vendidos eram: livros (17%), informática (12%), saúde e beleza (10%), eletrônicos (7%) e eletrodomésticos (6%). (eBit)

A categoria de Smart TVs representou 36% das vendas totais de TVs no mercado brasileiro no primeiro trimestre de 2015. Em 2014, esse índice foi de 30%. 17% das TVs no Brasil estavam conectadas à Internet em 2012. (GFK Retail and Technology).

Vídeo representará 84% do tráfego IP no Brasil, em 2019.

Compare os números acima com este vídeo, de 2010:

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=4vRozSHdUAQ%5D

***********