Como um blog virou livro

Fabio Portela - O Pequeno Investidor

Mais uma entrevista na área de não ficção. Confira o papo com Fábio Portela, autor do “Manual do Pequeno Investidor em Ações”, cujo objetivo é ensinar o pequeno investidor a investir bem, identificando empresas que podem vir a apresentar bom potencial de retorno como investimento. Fabio escreveu o livro a partir de textos de seu blog.

Eldes: Existem diversos métodos para escrever livros de não-ficção, fazer mindmaps, criar índices antes de escrever, fazer brainstorms de capítulos e subcapítulos, entre outros. Como você planejou o Manual do Pequeno Investidor em Ações?

Fábio Portela: O e-book “Manual do Pequeno Investidor em Ações” foi elaborado a partir dos textos do meu blog, “O Pequeno Investidor”. O blog tinha muito material a respeito de como investir em ações, mas, como é natural a um blog, estava tudo relativamente desorganizado, no sentido de que textos mais complexos e completos estão misturados com textos mais voltados ao público iniciante e de que nem tudo estava em ordem cronológica. Isso é natural, pois o blog é voltado para vários públicos diferentes. A ideia de escrever o livro surgiu a partir da percepção de que o material do blog, bem organizado e parcialmente reescrito e com alguns textos adicionais, seria um bom livro para os pequenos investidores que buscam uma boa orientação sobre como investir no mercado de ações, com linguagem simples e acessível, mas nem por isso pouco aprofundado.

Eldes: Você tem uma rotina de escritor? Caso positivo, como se disciplina a escrever? Pretende escrever novos livros sobre o assunto?

Fábio Portela: Bom, atualmente sou doutorando pela UnB (com estágio como pesquisador visitante em Harvard), além de trabalhar como servidor público. Portanto, também tenho uma carreira acadêmica. Isso tudo além do blog. Ou seja, é preciso manter uma constância e disciplina para conseguir realizar todas as tarefas com eficiência. O primeiro passo é ter uma rotina de leitura. Ninguém escreve bem se não lê bastante. Começar um blog ou escrever um livro só é possível se você tem conteúdo, e conteúdo só se adquire lendo. É dificílimo escrever um blog por anos a fio e sempre abordar conteúdos novos ou revisitar conteúdos antigos a partir de uma perspectiva nova. Por isso, leio bastante – seja livros, revistas, jornais, blogs, ou outros materiais. Tudo pode ser fonte de conteúdo e de reflexão para o processo criativo.

Em seguida, é preciso estabelecer um cronograma de escrita. Para escrever meu blog, por exemplo, guardo sempre – SEMPRE! – uma noite na semana para ser exclusivamente dedicada a escrever os dois posts semanais. Para escrever o livro, decidi guardar uma noite na semana para o trabalho. Os primeiros meses foram dedicados à organização do conteúdo do blog que seria relevante para o livro. Nisso, o aplicativo Scrivener foi essencial, pois ele é muito bom para organizar textos de maneira não lógica. Você pode escrever vários capítulos diferentes e organizá-los depois, de forma que o texto mantenha sua coerência. Em seguida, o trabalho foi de ler e reler o material para acrescentar transições entre um capítulo e outro, acrescentar explicações, reeditar o material para torná-lo mais acessível – enfim, um bom trabalho de revisão. Ao final de aproximadamente 6 meses, tinha tudo pronto.

Eldes: Você já tinha submetido livros para editoras antes? Como descobriu a autopublicação?

Fábio Portela: Já. O “Manual do Pequeno Investidor em Ações” é meu segundo livro. O primeiro foi fruto de minha dissertação de mestrado em direito, e é intitulado “Liberalismo político, constitucionalismo e democracia: a questão do ensino religioso nas escolas públicas”. A publicação desse livro me fez refletir sobre o processo editorial, porque todo o processo de escrita e pesquisa me tomou dois anos intensos em que escrevi um bom texto e, na hora de procurar as editoras, recebi vários “nãos” porque o texto não era comercial. Acabei encontrando uma editora menos conhecida, que exigia uma contrapartida financeira para publicação da obra. Ou seja, eu tinha que pagar (e caro!) para publicar uma pesquisa que já tinha me tomado dois anos. E, embora as vendas tenham sido até boas, acabou, do ponto de vista financeiro, não valendo à pena. Jamais recuperei o valor que investi.

Quando escrevi o “Manual do Pequeno Investidor em Ações“, procurei inicialmente algumas editoras, mas todas rejeitaram o texto. Também procurei algumas de segunda linha, que me ofereceram a possibilidade de eu também custear a publicação. Já tendo passado pela experiência anterior, preferi não aceitar a proposta. Você há de concordar que não faz sentido que eu gaste meu dinheiro para ensinar os outros a ganharem, concorda? Nessa altura, eu já tinha estudado algumas possibilidades de autopublicação, em textos pela internet, e logo a Amazon chegou ao Brasil. Comprei um e-book que ensinava a escrever e-books para o Kindle e converti meu material para esse formato.

E não me arrependo. O texto já esteve entre os mais vendidos da Amazon brasileira – o que, a meu ver, é uma boa resposta às editoras que o rejeitaram. Talvez fizesse ainda mais sucesso caso tivesse uma versão impressa, com divulgação por uma grande editora, mas não me arrependo. Além disso, a avaliação dos leitores é bastante positiva. O livro tem, até o momento, média 4,6 de 5,0, o que indica a sua qualidade. Acredito que a autopublicação é uma grande ferramenta para que pequenos autores possam levar seu trabalho ao grande público.

Eldes: A autopublicação libera o autor da persistência e da “sorte” de ser escolhido por uma editora, mas exige que invista no próprio marketing e tecnologia. Como você promove seu livro?

Fábio Portela: Divulgo meu livro basicamente no meu blog mesmo, O Pequeno Investidor. Com um pouco de leitura, é possível encontrar maneiras alternativas de divulgar o texto sem grandes gastos. Evidentemente, não dá pra competir com o profissionalismo das grandes editoras, mas é possível obter um bom resultado. Além disso, a própria Amazon tem um excelente serviço de divulgação, que facilita muito o trabalho de pequenos publicadores.

Acompanhe Fábio Portela através dos links:

Blog: http://www.opequenoinvestidor.com.br/
Fan Page: https://www.facebook.com/peqinv

———————————————

Turbine as vendas de seus livros e aproveite a oportunidade do livro digital no Brasil. Saiba mais em www.livrosquevendem.com.br