Para vender mais livros é preciso sair da caixinha

biancasousa

Entrevistei Bianca Sousa, romancista, contista e cronista, autora de “Eterna: O Som do Amor “ e de “O dia que o Sol não nasceu”

Eldes: Existem diversos métodos para contar histórias, como a Jornada do Herói, começar do fim, fazer mindmaps, brainstorms, entre outros. Que método você usa ou não usa nenhum, apenas senta para escrever e deixa fluir? Enfim, como você planeja seus livros antes de escreve-los?

Bianca: Costumo deixar as ideias fluirem até estarem mais maturadas, para que assim as coloque em uma escaleta de cenas. Dessa maneira, consigo ter uma visão geral da história e assim desenvolvê-la melhor. Corrigindo buracos, falhas e tirando clichês. E depois, como gosto muito de escrever sobre coisas diferentes, faço pesquisa sobre o tema o qual vou escrever e só então começo a escrever de fato.

Depois disso, claro que tem muita revisão – e bota revisão nisso! – mas aí, já é outra parte.

Eldes: Como é sua rotina de escritora, o seu dia a dia com o ato de escrever e reescrever? Como se disciplina a escrever?

Bianca: Essa coisa de disciplina para artista é uma merda! Risos. Hoje, para quem quer ser escritor comercial, ou mesmo, se quiser ter várias obras publicadas é necessário botar a mão na massa. No meu caso, além de tudo isso, trabalho fora, então tenho meu tempo reduzido à noite (horário que estou exausta depois de uma jornada de trabalho de 8 horas + 2 hr de ida + 2 hr de volta), enfim, mas quem quer escrever tem de escrever. Então, aproveito esse tempo que fico no transporte público para escrever. Utilizo aplicativos de escrita para celular e são uma baita ajuda. E claro, fim de semana consigo pegar o notebook e escrever.

Eldes: Você já tinha submetido livros para editoras antes? Como você descobriu a autopublicação?

Bianca: Não cheguei a mandar nenhum livro para editora. Fiz uma pesquisa do mercado editorial antes de tomar minha decisão pela publicação independente. E já vou dizendo: não há nada de errado em nenhum dos dois caminhos. São dois caminhos diferentes que levam para o mesmo fim, somente.

Eu sabia onde estava pisando, os desafios que enfrentaria e honestamente, a vida não é fácil para ninguém. Então esse negócio de ficar “chorando” sobre como o mercado editorial é difícil e ninguém aceita o seu manuscrito é perda de tempo. Se você quer seguir o caminho tradicional, tentar editoras, você tem de seguir o manual delas e um dia, talvez, alguma casa editorial te dê o sonhado sim. Agora, se você tem o perfil mais empreendedor, que aposta no próprio negócio e gosta de participar em cada parte do processo de puplicação e divulgação, então você nasceu para ser autor independente! Para ser autor independente é necessário ter em mente que você será seu próprio editor, vendedor, assessor, escritor, enfim, TUDO. Você precisa ser auto-suficiente e onde perceber que não é bom, terá de contratar alguém para fazer o serviço. Por exemplo, um capista. Você pode ser muito bom em escrever, mas não necessariamente, vai saber fazer capas, então, neste caso é bom contratar alguém que saiba (aqui vai seu trabalho de “eu editor”), enfim, um exemplo simples, mas funcional do caso.

Ah, e antes que me esqueça, descobri a autopublicação, pesquisando! Internet, cursos e pessoas. Fui atrás de me especializar. A oficina de um escritor é eterna!

Eldes: A autopublicação te libera da persistência e da “sorte” de ser escolhido por uma editora, mas exige que você invista no próprio marketing e na tecnologia. Como você promove seus livros?

Bianca: Uhmm, como eu disse lá em cima, dei uma sorte danada de ser graduada em comunicação online e trabalhar com marketing, então já tinha certa experiência com isso. Não vou dizer aqui “faça isso” ou “faça aquilo”, mas um dica de ouro que posso dar é: saia da caixinha. Ousar é preciso para que se destaque, mas lembrando do que o Eldes Saullo sempre diz: o melhor marketing para livros é um livro bom.
Então dê o seu melhor, escreva o melhor livro que puder, edite, revise, faça uma capa linda e boa sorte! 😉

Quem quiser conhecer melhor a Bianca, seguem os links:

http://www.biancasousa.com.br
http://www.amazon.com.br/dp/B00JJCQ4LY/
https://www.facebook.com/biancasousaautora
https://twitter.com/biancass

Para saber mais sobre autopublicação e como vender mais livros:
www.livrosquevendem.com.br

Para saber como criar produtos digitais extraordinários:
www.propriedadesdigitais.com.br