Viralize seu Blog com Títulos Irresistíveis

titulos-que-vendem-eldes-saullo

Com quantas palavras se fazem uma canoa? Os títulos de seus posts podem ser a única coisa que estão impedindo seu blog de viralizar.

A cada dia, mais de 2 milhões de posts de blogs inundam a Internet com ideias, observações, análises, fatos e uma infinidade de outros assuntos. Uma pesquisa recente levantou que menos de 10% deles são lidos. Em um mundo onde a atenção é curta, o título representa 90% dos esforços de comunicação do seu conteúdo. Se não capturar a atenção com ele, “Bye Bye, Leitor!”

Quantas vezes, nos últimos dias, você se deparou com o título de uma matéria, de um artigo ou post que não começasse com “X maneiras de…”, “Como Fazer…”, “Faça como Fulano…”, “Os erros que você comete…” e outros da mesma linha?

Você já deve ter reparado que os principais veículos da mídia já utilizam as técnicas que vou mostrar aqui para agarrar o cérebro do leitor e aguçar sua curiosidade. Às vezes, você pode não notar, mas a grande maioria deles segue estas fórmulas.

Um breve passar de olhos em sites de revistas como a Cosmopolitan, por exemplo, é o suficiente para você descobrir o que chamo de “título comichão”.

Conheça, agora, os tipos de títulos capazes de fazer o leitor se coçar de curiosidade.

1. TÍTULOS COM AMEAÇAS ou A VERDADE SURPREENDENTE SOBRE SEU TÍTULO

Um dos grandes motivadores humanos é o medo nascido e nutrido em nosso mais remoto instinto: a sobrevivência. O homem foge da dor. Por isto, títulos que apelam para este impulso elementar do ser humano têm tanto poder de atração.

A fórmula é bem simples: uma grande ameaça ou um inimigo comum versus a paz do seu público.

Um exemplo são os títulos que questionam ou ressaltam o quanto seu grupo, sua audiência, uma pessoa ou um objeto de valor estão protegidos ou livres de uma ameaça. Por exemplo:

“Quão segura está sua família do mosquito da dengue?”
“7 sinais de alerta de que seu emprego corre risco”

Outros colocam o inimigo comum da sua audiência diante de uma verdade ou prometem revelar suas mentiras:

“A verdade chocante sobre os planos de saúde”
“A grande mentira das editoras”

Títulos ameaçadores também colocam produtos, serviços, profissionais e empresas sob suspeita ou prometem expor práticas que você desconhece ou abomina, mas que são comuns em um determinado meio. Por exemplo:

 “Atenção: estes medicamentos podem matar seu cão”
“13 coisas que seu veterinário não te contaria”

2. TÍTULOS COM BENEFÍCIOS ou A MANEIRA MAIS RÁPIDA DE FAZER SEU LEITOR CLICAR

Os títulos simples com benefícios também têm grande poder de captura, pois atuam no segundo instinto básico do ser humano: obter prazer.

O segredo aqui é ressaltar soluções práticas e rápidas para algum processo muito tedioso ou problemático, enfim, algo que traga benefício imediato para seu público com o molho do “rápido”, do “fácil” ou de ambos. Exemplos:

“5 atalhos para preparar um jantar em tempo recorde”
“O guia minimalista para anunciar no Facebook”
“Não consegue ter tempo para sua família? 7 passos para simplificar sua agenda”.

Você também pode prometer a solução para um problema recorrente da sua audiência:

“Como assumir o controle sobre suas finanças”
“Livre-se do bloqueio criativo de uma vez por todas”

3. TÍTULOS COM AUTORIDADE ou O MÉTODO DOS GURUS DO MARKETING PARA PERSUADIR MAIS

A autoridade tem um enorme poder de persuasão, já dizia Robert Cialdini. Por isto, comerciais de pastas de dente trazem quase sempre a figura de um dentista que recomenda o produto. Nos títulos, a autoridade de um grupo ou de uma pessoa é usada para despertar seu interesse.

O objetivo aqui é bem claro: pegar carona na experiência e habilidade de alguém famoso para facilitar a vida, solucionar um problema ou ajudar sua audiência a ganhar algo como dinheiro, saúde ou experiência. Vamos aos exemplos:

“10 dicas de Jeff Bezos para ganhar dinheiro com a Amazon”
“A escola de medicina do Dr.House”
“10 frases motivacionais de Amyr Klink essenciais para sua vida”

Usar grupos reconhecidos pela forma como encaram um problema ou pelo conhecimento que têm sobre determinado assunto também é uma opção:

“Os segredos dos japoneses para uma vida mais feliz”
“O que grandes criativos podem te ensinar sobre propaganda”

4. TÍTULOS COM DEFEITOS ou OS PRINCIPAIS ERROS QUE VOCÊ COMETE AO CRIAR UM TÍTULO

Em qualquer área de atuação humana, nosso principal objetivo é acertar. Nada melhor do que títulos que chamam a atenção para os erros a serem evitados.

Os exemplos abaixo dispensam maiores explicações:

“Você comete estes 3 erros quanto vai contratar um funcionário?”
“7 erros gramaticais que fazem com que você pareça um idiota”
“11 erros na criação de filhos que você não sabe que está cometendo”
“Não faça estas 13 coisas quando for publicar um livro”

5. TÍTULOS COM “COMO” ou COMO FAZER SEUS LEITORES CLICAREM

Como já foi dito, nossos instintos mais básicos são fugir da dor e obter prazer. Repare que os verbos são de ação: “fugir” e “obter”. Nada melhor para conquistar as mentes e conquistar os cliques de sua audiência do que “vender” ação: como fazer, como ser, como ter, como lidar, enfim, como fugir da dor ou como obter prazer.

A fórmula mais simples do Título com “Como” é constituída de uma frase única contendo um verbo de ação forte e o resultado esperado. Podem ser ou não arrematados com um adjetivo forte, indicado entre parênteses nos exemplos a seguir:

“Como escrever um prefácio (matador)”
“Como se tornar um narrador esportivo (campeão)
“Como lidar com pessoas (explosivas)”

A locução conjuntiva “mesmo que” seguida de um obstáculo comum aumenta muito o poder de persuasão deste tipo de título:

“Como comprar um imóvel, mesmo que você não seja um expert”
“Como criar um negócio do zero, mesmo que você não tenha dinheiro”

Outra forma de ser mais efetivo é contrapor com um resultado indesejado:

“Como investir em ações sem perder o sono”
“Como educar seus filhos sem perder os cabelos”
“Como entrar em forma sem morrer de fome”

Você também pode utilizar conjunções aditivas ou explicativas, como nos exemplos abaixo:

“Como criar trutas e ganhar dinheiro com pesqueiros”
“Como criar um personagem que seus leitores vão amar”

O tempo curto também é um grande aliado dos Títulos com “Como”:

“Como construir uma casa em menos de um ano”
“Como montar seu negócio em 2015”.

Outro complemento poderoso é o contraponto com um grupo de estúpidos. Para que ele tenha efeito, você precisa fazer o leitor se colocar no grupo de espertos ou mais inteligentes, como no exemplo abaixo:

“Como ser high-tech em um mundo de médicos ultrapassados”
“Como ser honesto em um país de corruptos”.

6. TÍTULOS COM LISTAS ou 8 MANEIRAS DE GERAR MAIS LEADS COM TÍTULOS

Este tipo é muito utilizado por sites como o Buzzfeed que começou como um laboratório para viralizar notícias. Possui grande poder de gerar cliques. Começam com um número e um substantivo forte, como em:

“7 maneiras de fazer cupcakes deliciosos”

São bem efetivos também quando completados com “ser” ou “ter”. Outros substantivos que também são fortes nestes tipos de títulos são “recursos”, “segredos”, “razões”, “leis”, “regras”, “passos”, “coisas”.

“13 segredos da construção que todo engenheiro deveria saber”
“6 passos para se aposentar mais cedo”
“9 razões surpreendentes pelas quais você não fica rico”

Eles ficam mais fortes ainda se você combiná-los com a audiência da sua audiência ou com os objetivos do seu público:

 “13 coisas que seus leitores precisam ouvir de você”
“As 7 leis invioláveis dos militares”

Outro modelo bastante persuasivo de listas são os rankings:

“Os 10 maiores blogs brasileiros de ufologia”
“Os 20 estilistas mais influentes da moda”
“As 50 maiores torcidas do mundo”

7. TÍTULOS CRIATIVOS ou QUEBRE AS REGRAS DOS TÍTULOS

Ser original também é um grande imã de leitores. Antes de sair repetindo fórmulas ou se prender a regras, lembre-se da frase de Jack Kerouac:

“As grandes conquistas não são feitas por aqueles que se rendem às tendências, aos modismos passageiros e à opinião popular”.

Para matar dois coelhos com um título só, é importante também que ele contenha uma palavra-chave relacionada à sua audiência e que seja atraente para os olhos de quem lê.

Para encerrar, duas dicas baseadas em uma pesquisa do Bufferblog:

Seis palavras é o tamanho médio de um título de blog. A tendência é que as pessoas só leiam as três primeiras e as três últimas palavras do seu título.
Usar uma palavra-chave logo nas duas primeiras ajuda muito na otimização de buscadores.

Manter seu título com, no máximo, 60 caracteres também fará com que ele não seja cortado na hora da postagem nas redes sociais.

No entanto, você não precisa ficar sem dormir por conta disto. Antes de contar palavras, faça as palavras contarem.

*****************************