Escrever Transforma

http://bit.ly/escrevertransforma

Você já pensou em mudar sua vida, mas não sabe exatamente por onde começar?

Você tem um problema que precisa solucionar ou uma dor, seja de ordem pessoal ou profissional, que gostaria de curar?

O objetivo deste post é falar de uma ferramenta poderosa para iniciar uma mudança profunda e verdadeira em sua vida.

E que também pode curar muitas dores e solucionar muitos problemas.

Nós somos seres com três tipos de inteligência.

A Mental ou Intelectual, que nos capacita a empregar a razão e a lógica.

A Emocional, a habilidade para lidar com sentimentos e nas relações com o próximo.

E a Espiritual ou Essencial que, longe de qualquer misticismo, nos permite extrair sentido de tudo, sermos criativos e imaginativos.

Você estimula sua Inteligência Racional através de leituras, estudos e pesquisas.

Você estimula sua Inteligência Emocional através da reflexão sobre suas ações e pensamentos.

E você estimula sua Inteligência Espiritual através de diversas maneiras, como a meditação, a oração, entre outras.

Também existe uma ferramenta que te permite exercitar e aprimorar as três inteligências:

A ESCRITA.

A Escrita é tão poderosa que mudou a história da humanidade.

Tudo o que vem antes dela é chamado de Pré-História.

E tudo o que vem depois é chamado de História.

Eu acredito que ela também seja capaz de dividir a história de sua vida, como aconteceu comigo.

Porque ESCREVER TRANSFORMA de verdade.

Responda mentalmente:

Você deseja uma transformação verdadeira em sua vida?

Seja ela pessoal ou profissional, existe algo que você realmente quer que seja diferente?

Você estaria disposto a desenvolver uma habilidade capaz de fazer esta mudança realmente acontecer?

Analisemos um pouco a história do homem na Terra.

O humano, ou Homo Sapiens, termo que deriva do latim e significa “Homem Sábio” é um animal com uma consciência maior do que os outros seres vivos que aqui habitam.

Somos seres com um cérebro altamente desenvolvido que têm consciência da própria existência.

E esta consciência tem se ampliado gradativamente.

O que é consciência e de onde ela vem é um tema cada vez mais estudado por físicos, neurocientistas e cientistas cognitivos no mundo todo.

O psiquiatra americano Allan Hobson, que desenvolve desde 2009 a Teoria da Proto-Consciência, acredita que toda matéria, além de suas propriedades físicas como massa, carga, spin, localização etc, possui uma Proto-Consciência.

E esta Proto-Consciência tem se desenvolvido ao longo da história do Universo.

Há estudos que comprovam que a Proto-Consciência se transforma em Consciência a partir de um determinado nível de oscilações neurais.

Mamíferos têm uma frequência cerebral mais elevada do que outros animais irracionais.

Mas o Ser Humano é o único cuja frequência cerebral se dá em nível Beta, entre 20 e 40 Hertz, o que nos torna seres mais conscientes.

Eu acredito que nosso maior objetivo aqui na Terra é ampliar esta consciência, nos tornarmos mais Sábios.

E estou certo de que escrever aumenta a frequência cerebral e te conecta com Ondas Cerebrais mais elevadas, do tipo Gama.

A primeira referência à nossa espécie, o Homo Sapiens, data de 160 mil anos atrás no continente africano.

E a consciência deste primeiro homem com oscilações neurais superiores era bem limitada.

Tínhamos literalmente menos neurônios.

Porém, até um determinado ponto de sua vida na terra, a espécie não escrevia.

Eles rabiscavam, desenhavam, o que os historiadores chamam de Proto-Escrita, uma escrita sem significado.

Não é à toa que este período pré-escrita é chamado de Pré-História.

Mas o que aconteceu entre três e dez mil anos atrás que mudou isto?

Justamente a invenção da escrita.

Foi quando os símbolos gravados em pedras e papiros passaram a significar algo para outros homens que o liam.

As civilizações egípcia, grega e romana ajudaram a distribuir mais experiência e conhecimento, um crescimento que foi interrompido após o fim do Império Romano e o advento da Igreja.

Embora a Igreja não tenha inicialmente proposto intencionalmente destruir obras científicas, a atmosfera de fé sobre a razão inibiu e impediu muito o pensamento científico.

E se houve retenção na Ciência, também houve na Consciência.

A invenção da imprensa por Gutemberg colocou um fim à Idade Média e aumentou drasticamente o compartilhamento de experiências.

As consciências individuais e coletivas foram se ampliando e se aprimorando.

Se você comparar o desenvolvimento do homem antes da escrita e depois da escrita verá que demos um salto de conhecimento absurdo.

Se comparar com os três mil anos antes da invenção da imprensa com os últimos 500 anos, a evolução acelerou ainda mais.

E isto se multiplicou ainda mais nesta era onde a informação pode ser compartilhada na velocidade da luz.

A verdade é que desde a invenção da escrita, nossa consciência tem evoluído drasticamente.

A grande mudança ocorreu porque ganhamos a habilidade de COMPARTILHAR EXPERIÊNCIAS e CONHECIMENTOS

Eu escrevia muito quando era criança.

Escrevia história em quadrinhos, peças de teatro e contos.

Era algo infantil, de uma consciência ainda limitada.

Além disto, eu era um garoto muito tímido, com um monte de medos.

Pois bem, eu deixei a escrita de lado na juventude e ao longo da vida adulta.

Estudei e fui trabalhar com propaganda e marketing.

Foi um período em que não deixei de aprender e expandir minha consciência, mas de uma maneira mais passiva, de consumo de informação gerada por outras mentes.

O problema é que quando você vive muito através da imaginação dos outros é bem provável que isto gere uma certa frustração.

E eu me vi em uma situação de limite, onde a frustração me colocou em uma crise existencial.

Na verdade, eu havia consumido tanta informação que já não conseguia absorver mais nada.

E raramente conseguia colocar em prática as coisas que aprendia.

Assim, eu estava frustrado porque continuava perdido em meus rumos.

Eu vivia mergulhado no que chamam de roda do ter e do fazer.

Tinha muito pouco contato com quem eu era realmente.

Foi quando li uma frase do grande sábio Mark Twain que dizia que “os dois dias mais importantes da sua vida são: o dia em que você nasce e o dia em que você descobre por que nasceu”.

Aquilo me fez parar para pensar e refletir sobre o meu porquê.

Fiz uma regressão aos meus tempos de infância.

E descobri que a minha razão de SER era ESCREVER.

A partir dali, já com mais de quarenta anos, não parei mais de escrever.

E minha vida mudou completamente.

Saí da roda do TER e do FAZER e consegui, finalmente… SER.

Hoje sou uma pessoa muito mais consciente.

Meu autoconhecimento se aprofundou e também a forma de olhar para o mundo e para o outro.

Faço o que tem que ser feito, me comunico melhor, superei a timidez.

Posso te afirmar que a escrita acelerou o aprimoramento de minhas consciências intelectual, emocional e espiritual.

Assim, minha história também pode ser dividida em ANTES e DEPOIS da escrita.

E considero minha vida antes da ESCRITA também como uma espécie de PRÉ-HISTÓRIA.

Só passei a me considerar dono da minha HISTÓRIA depois dela.

Porque antes eu não sabia para onde caminhava e hoje sei exatamente o que quero para mim.

E saber o que você quer ajuda muito a evitar o que você não quer.

Bom, eu decidi dividir esta experiência com você PORQUE TENHO CERTEZA DE QUE A ESCRITA É UMA FERRAMENTA DE CURA.

Sim, a ESCRITA CURA.

Há duas maneiras de curar uma dor, um problema.

Uma delas é tratar dos efeitos, o que estamos acostumados a ver na medicina ocidental.

A outra maneira tenta ir diretamente às causas, à origem da dor, do problema.

É o caminho usado nas terapias alternativas.

E a ESCRITA, seja ela terapêutica, criativa ou analítica, é uma ferramenta que pode atuar tanto nos efeitos quanto nas causas.

Todo mundo sabe que preocupações são uma constante fonte de tensões.

O mundo exterior nos condicionou a pré-ocuparmos nossas mentes com fantasias, medos e outros pensamentos negativos.

Está certo que isto tem a ver com nosso instinto de sobrevivência, com o cérebro reptiliano cujas duas principais funções são obter prazer e fugir da dor.

Mas a gente não vive mais na pré-história, quando este instinto precisava ficar ligado o tempo todo.

Nossa necessidade de preservação da vida é o que faz com que nosso cérebro guarde mais experiências negativas do que positivas.

Mas não precisamos mais viver o tempo todo com estas experiências em mente ou à flor da pele.

Eu costumo dizer que 99% das nossas preocupações NUNCA vão acontecer.

E realmente não acontecem.

Não quero dizer que você não precise se precaver.

Precaução é muito diferente de preocupação.

Por precaução, você age. A preocupação te paralisa.

Você deve sim tomar certos cuidados, mas não pode viver o tempo todo nessa vibração porque, além de estressante, consome você por dentro.

E a escrita pode te ajudar muito nisto.

Imagine que você esteja preocupado ou preocupada com alguma coisa, com seu filho, com seu trabalho, com algo importante em sua vida.

E que esta seja uma preocupação recorrente que tira seu sono e te mantém como refém.

Experimente sentar-se e escrever sobre qualquer coisa para aliviar esta preocupação.

A escrita vai aliviar sua tensão.

Mas, veja bem, escrever para aliviar tensões decorrentes de preocupações é tratar de efeitos e não das causas.

Para tratar das causas de suas dores, sejam elas quais forem, você precisa ir além.

Pode voltar ao seu passado para escrutinar eventos, fatos e até mesmo traumas que contribuíram para o que você se tornou hoje.

Pode analisar seu presente com um olhar de fora, tentando ver as coisas por ângulos completamente diferentes e fora da RODA DO TER E DO FAZER.

E também pode planejar melhor seu futuro, tentar enxergar adiante para tomar decisões mais certeiras nos momentos em que for preciso.

Você também pode analisar seus relacionamentos, sejam eles amorosos, familiares, profissionais e outros com mais profundidade.

E colocar isto no papel, ou o computador, se você preferir, é uma excelente maneira de exorcizar fantasmas, destruir crenças limitantes e contribuir para que sua vida seja mais significativa.

Outro ponto que vale ressaltar é que ESCREVER é um hábito como qualquer outro.

A verdade é que o ser humano adora idealizar tudo.

A gente vive pensando em um futuro ideal, em um amor ideal, no dinheiro ideal, na realização.

E se esquece de viver o presente.

A maioria das pessoas também idealiza o próprio ato de escrever.

Acreditam que é preciso chegar a hora certa, no lugar certo, com tudo calmo e perfeito ao seu redor para poder escrever.

Não é assim que funciona.

Você costuma dizer que vai começar amanhã.

Segunda eu começo a academia, no mês que vem eu começo a dieta ou paro de fumar, no próximo ano eu começo a escrever.

Isto é idealização.

Se você não começar a escrever hoje, vai continuar postergando, procrastinando.

Se é possível mudar um hábito ruim, imagine então, o valor de implementar um hábito saudável.

ESCREVER também se transforma em hábito, mas você precisa começar agora, em qualquer lugar e usar o método mais eficiente na formação de hábitos:

A REPETIÇÃO.

Se todo dia você escrever, pelo menos 15 minutos, logo vai querer aumentar este tempo.

Como dizia Erasmo de Rotterdam, “o gosto pela escrita cresce à medida que se escreve”.

E eu tenho certeza que isto vai te fazer muito bem.

Quero apresentar para você o “Escrever Transforma”, um curso que desenvolvi em parceria com a Escola de Transformação, cuja missão é inspirar, desenvolver e compartilhar conhecimentos que transformam e promovem consciência.

O objetivo deste curso é motivar você a transformar a sua vida através desta ferramenta poderosa que é a ESCRITA.

Você vai explorar muitos universos para ampliar o autoconhecimento, estimular sua criatividade, entrar em contato com suas emoções mais profundas e obter insights para superar desafios em prol de uma vida mais significativa.

Através de exercícios práticos, o curso ESCREVER TRASNFORMA irá estimular e ajudar VOCÊ a criar o hábito de escrever e, com ele, a expandir sua consciência, composta das Inteligências Racional, Emocional e Espiritual.

As aulas e os exercícios que compõem o curso vão te proporcionar:

  • A aprofundar-se no autoconhecimento.
  • Aprimorar sua capacidade de reflexão e criar mais intimidade consigo mesmo.
  • Aprender a observar a natureza de suas emoções para melhor lidar com elas.
  • Estimular sua criatividade.
  • Descobrir talentos e habilidades latentes para melhorar sua autoestima.
  • Organizar melhor suas ideias.

A escrita também é capaz de elevar a autoestima, aprimorar a comunicação e aumentar a disciplina.

O CURSO ESCREVER TRANSFORMA não tem pré-requisitos.

É aberto a todas as pessoas que estão em busca do autoconhecimento, mudança de hábitos e da ampliação de suas habilidades e consciência através da escrita.

São aulas em vídeo e exercícios práticos que vão incentivar você a tirar suas ideias, experiências e até mesmo angústias e anseios da cabeça e coloca-los no papel.

Como se trata de um curso online, você poderá assisti-lo quantas vezes quiser, no seu ritmo, no seu horário e no conforto da sua casa.

Então, eu convido você a fazer parte desta turma e descobrir o poder de transformação contido no ato de escrever.

Tenho certeza que, assim como eu, você também vai poder dividir sua história em antes e depois da escrita.

Deixo você com um dos exercícios que fazem parte do Escrever Transforma. Pegue um papel e uma caneta, tire um tempo para você e pratique:

 “Alguma vez você já deixou de contar algo a alguma pessoa por medo de perder o controle da situação ou dos resultados que o simples fato de contar poderia levar? Escreva um diálogo entre dois personagens, você e esta outra pessoa, onde você conta tudo e seu interlocutor reage às suas explicações.”

Acesse http://bit.ly/escrevertransforma para mais detalhes e informações.

E ESCREVA TODOS OS DIAS!

Muito obrigado por sua atenção.

Um forte abraço e até a próxima.

Com amor e gratidão,

Eldes Saullo

2 comentários em “Escrever Transforma

  1. Salete da Silva 02/09/2018 — 4:35 PM

    Excelente, Eldes! É por isso que só me sinto verdadeiramente viva quando escreve.

  2. Escrever se demonstrou um dos melhores instrumentos não só de análise de minha realidade pessoal. Tem sido terapêutico, me ajudado na reflexão dos fatos e situações dentro e fora de mim. Além de trazer um sentimento maravilhoso de auto realização
    Estou mais feliz depois que publiquei meu primeiro livro. E verdade Eldes, depois não se quer mais parar…
    Excelente iniciativa criar este curso
    Sou psicologa clinica e acompanhei meu próprio processo de criação e cura.

Comente, responda, participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close