Que Preço Cobrar Por Seu Livro?

Uma pergunta frequente que recebo dos autores independentes com os quais trabalho é:

“Quanto cobro por meu livro?”

Esta questão, apesar de não ser uma das mais complexas ao longo do processo de publicação de um livro, tem impacto ululante, uivante e berrante nas vendas.

Sem contar que o lado comercial da arte é sempre uma questão sensível.

Por isto, resolvi falar de preço, valor e outras variáveis valiosas e aliterantes neste post…

Se você encara a escrita como uma profissão séria, precisa pensar nas questões mercadológicas sem remorsos.

O preço é aquela parede que separa a carteira do leitor da sua conta bancária.

O objetivo de todo escritor é transformar o interessado em leitor.

A verdade é que, quando se trata de um livro, o preço talvez seja o último item nas estratégias para derrubar esta parede.

Capa, título, descrição e avaliações de leitores são fatores muito mais relevantes na venda de um livro.

Mas o preço certamente é a última barreira antes do prospecto virar “cliente” e, por isto, não menos importante.

O valor que você vai cobrar precisa ser pesquisado, estudado e pensado com carinho.

E nem sempre é o que você consideraria “justo”.

Você pode e deve, por exemplo, pesquisar os livros do mesmo gênero para ter uma ideia da faixa de preço cobrada pelos autores “concorrentes”.

No entanto, é bom saber que preços variam de acordo com o formato do livro e canal de vendas.

Na Amazon

Um e-book na Amazon, por exemplo, tem algumas questões que você precisa levar em conta.

A primeira delas é a percentagem dos royalties.

Se seu livro custar para o leitor entre R$5.99 e R$24.99, e você for integrante do KDP Select, recebe 70% de royalties.

Fora desta faixa, abaixo ou acima dela, ou se seu livro estiver fora do KDP Select, a percentagem é de 35%.

A segunda questão é o próprio KDP Select, o programa promocional da Amazon que permite que você divulgue seu livro de graça por cinco dias, o inclui no catálogo do Kindle Unlimited (o Netflix de livros da Amazon) e em promoções diretas que a própria Amazon realiza.

O problema é que isto exige exclusividade na venda do livro digital.

Você não pode vender seu e-book em nenhum outro lugar ou perde estes benefícios e os 70% de royalties.

E a terceira questão é a variação do preço nas múltiplas lojas internacionais.

Se seu livro foi escrito em português, defina a Amazon.com.br como Loja Principal e todas as outras lojas tomarão o preço em Reais como parâmetro, calculando automaticamente o valor em Dolar, Euro, Libra etc.

Se foi escrito em outro idioma, recomendo que você faça as pesquisas necessárias nas lojas relacionadas à língua publicada.

Você também pode vender seu livro em papel sob demanda na Amazon.

A cada venda, ela imprime e despacha o livro para o leitor e você não precisa se preocupar com estoque ou qualquer outra coisa.

Neste caso, os royalties são de 60% quando os livros são publicados via KDP.

O problema do livro em papel publicado via KDP (que eles chamam de “livro de capa comum” para diferenciar do e-book) é que ele ainda não é vendido na Amazon brasileira.

Se você quer que ele seja vendido na loja do Brasil, a melhor opção que você tem é publicar via CreateSpace.

Nele, os royalties variam e dependem do custo final de impressão do livro.

As percentagens se alteram de acordo com o canal e dependem muito da margem de lucro que você coloca em cima do preço de custo (“minimum list price for this book”).

Nas vendas através da Amazon Internacional, Europa ou Grã-Bretanha, podem variar de 20% a 50% do preço de capa.

Na distribuição expandida, ou seja, em qualquer outra loja do mundo, inclusive a brasileira, a percentagem cai pela metade.

De acordo com o preço de custo, seus royalties podem ir de zero (sim, você pode cobrar o valor mínimo permitido para o leitor e não ganhar nada) a até 17% do preço final para o leitor.

Na Gráfica

Se você manda imprimir seu livro em gráfica, o que eu recomendo, a coisa muda de figura.

Vamos supor que você mande imprimir uma pequena tiragem de 300 livros diretamente em uma gráfica, ao custo unitário de 10 reais.

Você vai investir 3 mil reais.

Se cobrar 30 reais em cada um, o que vai gerar 9 mil reais em vendas, seu lucro será de 6 mil reais, não considerando outras despesas, como envio e marketing, por exemplo.

Se for distribuir em uma livraria, geralmente elas ficam com 50% do preço de capa.

Assim, você precisa sempre ter em mente o que investiu e o ROI, o retorno sobre seu investimento, e o tempo para obter este retorno.

No exemplo acima, você precisaria vender 100 livros para pagar o que investiu, uma quantidade que pode sair em uma noite de autógrafos bem feita.

As outras 200 unidades você pode vender diretamente através do seu site e despachar pelos Correios. E já farão parte dos lucros.

Agora, vamos falar um pouco sobre Posicionamento.

Levando em conta apenas a variável preço (as mais relevantes eu já falei lá em cima), as opções que você tem são as seguintes:

Preço Menor

Praticar um preço baixo vai atrair mais leitores e, por conseguinte, vender mais.

Esta estratégia tem pontos negativos:

Pode fazer com que o leitor questione a qualidade do seu livro.

O número de vendas pode não se traduzir em lucratividade.

Mas esta é a estratégia mais indicada se for seu primeiro livro.

Na medida em que seu nome vai ficando mais conhecido entre os leitores, você pode cobrar um…

Preço Maior

Praticar um preço mais alto passa a ideia de mais qualidade, mas certamente vai resultar em menos vendas.

Você ganha mais royalties em cada livro, mas venderá em menor quantidade.

O ideal é que você faça um cálculo para saber se vale a pena.

Um exemplo:

Quando comecei, vendia meus e-books abaixo dos R$5,99 na Amazon e, com isto, ganhava apenas 35% dos royalties.

Quando aumentei o preço para a faixa do 70%, o número de vendas caiu, mas meu lucro passou a ser maior e, na comparação de quantidade e período, passou a valer mais a pena.

Você também pode cobrar o preço médio do seu segmento, o que não passará a percepção nem de caro nem de barato, mas pode fazer com que o leitor demore mais para se decidir.

Cobrar um preço acima de 10 reais por e-book também pode reduzir muito as vendas, já que o valor da assinatura mensal do Kindle Unlimited é de 19 reais e o leitor pode baixar até dez livros por mês.

Muitos acharão que vale mais a pena assinar do que comprar.

Nota importante: quando o leitor baixa seu livro através do Unlimited, a Amazon paga 0,02 centavos de dolar por página lida para o autor.

Gere Valor

O que você nunca pode deixar de fazer é de promover seu livro.

Utilize a Internet e as redes sociais para divulgá-lo todos os dias.

Se seu e-book está no KDP Select, use os cinco dias gratuitos disponíveis a cada 90 dias.

Não pense que você está perdendo vendas, mas investindo em Marketing.

Quanto mais leitores tiverem acesso ao seu livro, pagando ou não, mais “vendedores” você ganha, especialmente se seu livro for bom.

E nada é mais valioso para um autor do que a recomendação de um leitor.

As promoções também são importantes quando a curva de vendas começa a apontar para baixo.

Por fim, mais importante que o preço é que seu livro entregue um grande valor para seu leitor.

Eu já paguei R$60,00 por um e-book que achei importante para mim no momento (e que se mostrou valioso depois que acabei de ler) e já devolvi e-book que comprei por R$1,99 justamente por não valer nada.

Nesta questão de preço, lembre-se sempre que a coisa mais valiosa é o tempo do leitor.

Se seu livro for ruim, não importará se seu preço é alto ou baixo.

Portanto, foque na escrita de um livro transformador, seja ele de ficção ou não ficção.

E você poderá cobrar o preço que acha justo.

Faça Testes

Uma das vantagens da publicação independente é que você é quem manda e pode alterar o preço quando bem entender.

Eu recomendo que você faça testes para descobrir o que melhor funciona para seu livro.

No fundo, o melhor preço é aquele que a maior parte de seus leitores está disposta a pagar.

E fique de olho no que os empresários chamam de Break Even Point, aquele ponto na linha do tempo em que você recuperou tudo o que investiu no livro (revisão, produção, capa, marketing), ou seja, não está mais no prejuízo, e o que vier a partir dali é lucro.

Deixe seu comentário sobre o que você pensa sobre “preço de livros” neste post.

Escritores independentes unidos serão muito mais vendidos!

***

Compre na Amazon

4 comentários Adicione o seu

  1. Jose Alfredo Gallucci disse:

    Señor Eldes:
    Sus consejos están ayudandome mucho, en mi aventura. Agradezco infinitamente. Acabe de publicar mi segundo libro, en español, y próximamente lo haré en portugués. Estoy desenvolviendo el Proyecto Latinoamericano … Poesías de la Calle, que consta de 12 libros. Como hago para intentar conseguir algún patrocinador o algo así. No poseo capital, y mi edad esta bastante avanzada., me gustaría, antes de partir, poder compartir con mi pueblo, la experiencia de escribir una poesía. Gracias por la atención, y si usted puede ponerme en contacto con alguien que quiera hacer parte de este Proyecto, le agradeceré. Tanto en el primer libro, como en el segundo,explico el Proyecto. Gracias mas una vez.

    1. Eldes Saullo disse:

      Un excelente proyecto, Jose Alfredo. Usted puede conseguir múltiples patrocinios usando el Kickante (https://www.kickante.com.br), la mayor plataforma de crowdfunding Brasileña. Hay otras. Puedes buscar crowdfunding en Google.

  2. Eldes este é para o escritor o melhor post até agora publicado a meu ver! Objetivo, cheio de informações importantes, completo.
    Como meu editor agradeço sua orientação preciosa. Me situou, me fez refletir e avaliar ” como estou indo” em meu percurso de escritora irrecuperável, porque escrever é um vicio delicioso!.

    1. Eldes Saullo disse:

      Obrigado, Regina! Keep going…

Comente, responda, participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s