fbpx

Escrevendo Biografias, Autobiografias, Memórias

Você já se perguntou por que tanta gente se sente compelida a contar sua própria história ou histórias sobre outras pessoas?

No fundo, tudo parte do desejo de preservar histórias, de deixar legados, de compartilhar experiências únicas, de inspirar.

Não são apenas registros de eventos.

São testemunhos de desafios superados, lições aprendidas e momentos que definem quem somos.

Você já parou para pensar no que é necessário para escrever um livro do gênero?

Ruy Castro, um dos maiores jornalistas e biógrafos brasileiros, afirma que a única arma permitida é a verdade.

O leitor que compra uma biografia ou autobiografia quer compreender a realidade sobre a vida de alguém, caso contrário, compraria um livro de ficção.

E, para que a verdade venha à tona, o primeiro passo é a pesquisa.

Uma boa biografia começa com uma investigação minuciosa.

Mesmo que seja uma investigação interna, caso das autobiografias e memórias.

No mais, o texto biográfico requer vasculhar documentos, realizar entrevistas e até visitar locais importantes.

Eu, por exemplo, quando escrevi “A Vida é Doce – A História de Imigrantes Italianos em Busca da Felicidade no Brasil do Século XX”, um romance biográfico sobre a história de meu avô italiano em terras brasileiras, entrevistei muita gente.

Li cartas, certidões de nascimentos e até cadernos com árvores genealógicas.

Visitei lugares para capturar a atmosfera e tentar compreender o contexto dos momentos vividos.

Cada detalhe dará mais profundidade e autenticidade à sua história.

Em seguida, é fundamental escolher uma estrutura certa para delinear sua narrativa.

Tem gente que sai escrevendo sem rumo, por isso muitos livros não saem da gaveta ou da cabeça.

No caso das biografias e autobiografias, você pode optar por uma estrutura cronológica, aquela que narra eventos da infância à idade adulta.

Leia:  8 Tipos de Posts Para Inspirar Seu Blog

Por uma estrutura temática, focando em aspectos específicos da sua vida ou do biografado;

Ou, ainda, uma estrutura baseada em eventos significativos, destacando momentos que definiram a pessoa.

Com uma pesquisa bem feita, a estrutura definida, o próximo passo é sentar e escrever.

O segredo está em combinar a precisão histórica com uma escrita envolvente.

A chave é usar descrições vívidas e diálogos realistas para trazer as cenas à vida.

Pense em como você pode descrever os cenários, as emoções e as interações de maneira que o leitor sinta como se estivesse lá.

Além disso, é importante equilibrar fatos com interpretação pessoal.

Sua voz como autor deve respeitar a verdade dos eventos, ao mesmo tempo, em que traz uma perspectiva única para a história.

É preciso ter cuidado extremo para não distorcer a verdade ou criar uma impressão enganosa sobre o sujeito.

Como bem diz Ruy Castro, uma boa biografia não pode conter literatices, ou seja, minúcias que o biógrafo não teria a mínima condição de saber, porque não estava lá.

Outra etapa importante é a revisão e o feedback.

Escrever uma biografia ou autobiografia é um processo iterativo.

Receber feedback de outras pessoas, especialmente daquelas que conhecem bem o sujeito da sua escrita, é inestimável.

Eles podem oferecer percepções que você talvez não tenha considerado, ajudando a refinar sua história.

Quando terminei de escrever “A Vida é Doce”, a primeira pessoa que leu o manuscrito foi meu pai, que me contou uma grande parte dos acontecimentos que narro no livro.

Me lembro dele saindo do quarto com o calhamaço de papel nas mãos e os olhos vermelhos de tanto chorar.

Pensei comigo mesmo:

Leia:  Como Se Tornar Imortal

“Missão cumprida!”.

Em meu livro “Autor de Vidas Reais – A Arte de Escrever Biografias, Autobiografias e Memórias”, você vai descobrir:

  • Os detalhes dos gêneros e subgêneros biográficos e uma breve história da biografia.
  • Os passos para conduzir pesquisas, entrevistar pessoas, analisar documentos e visitar locais importantes na busca pela autenticidade.
  • Uma abordagem detalhada das 3 estruturas narrativas para textos biográficos.
  • Técnicas de escrita para entregar a precisão histórica com fluidez e agarrar o leitor.
  • Traz também 13 passos para escrever e publicar uma biografia ou autobiografia com mais confiança.
  • Uma lista bastante abrangente de questões e pontos importantes para pautar entrevistas e levantar informações durante suas pesquisas.
  • Um mapa de conteúdo com fontes de informação importantes, fatos básicos, fatos proeminentes, organização e abordagem, além de instruções para delinear e muito mais.

Enfim, tudo o que você precisa saber para capturar a essência de uma vida em palavras.

Seja a sua própria ou a de alguém importante para sua cidade, seu país, para o mundo.

O recurso definitivo para transformar histórias de vida em obras literárias memoráveis.

Recomende este artigo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Livraria

    Conheça os e-Books sobre escrita criativa, escrita analítica e marketing literário de Eldes Saullo.

  • Academia

    Avance 10 anos em sua carreira com treinamentos profundos sobre escrita e marketing literário.

  • Casa do Escritor

    Publique seu livro com a qualidade de uma editora tradicional e as vantagens da publicação independente.

Leia Também...

como-escrever-um-livro-de-autoajuda
Como Escrever um Livro Visceral de Autoajuda
Autoajuda é um segmento tão controverso quanto um filme...
brendon-burchard
Nove Passos para se Tornar um Expert
Você já se imaginou, alguma vez, como um palestrante...
ferdinando-casagrande-jornal-da-tarde
É Preciso Insistir na Reescrita
Ferdinando Casagrande sempre teve o sonho de se tornar...
O Banquete Criativo - Livros Que Vendem
O Banquete Criativo ou O Escritor Em Busca Da Originalidade
As pessoas tendem a pensar que criatividade é algo...
enredo-anatomia-de-um-bestseller
Anatomia de um Best-Seller: Parte II - Enredo
Enredo é a Chave para Transformar Simples Histórias...
qual-o-tamanho-de-um-livro
Quantas Palavras Deve Ter Um Livro?
Colocar uma meta de escrita com base em número de palavras...
×